Post Salada mista (Mt coisa)

Oi fofoletes...
Cheia de novidades: convites chegaram, oq mereçe um post td p ele (então ainda vou deixa-las curiosas)

Pra quem não sabe minha casa é em cima da casa dos pais do noivorido, estamos com as madeiras da cozinha comprada, só falta montar, mais o irmão do noivorido ta sem tempo de montar a cozinha, e com isso estamos usando a cozinha da mãe dele, sou eu quem faz o almoço tds os dias e a janta fica por conta dela(mãe do noivorido). Mais qd queremos convidar alguém p jantar na nossa casa fica top complicado, pq temos q cozinha lá em baixo e comer aqui em cima (acaba ficando meio chato) e p convidar alguém e comer lá em baixo, ninguém fica totalmente a vontade.

Sendo assim compramos uma pia com balcão provisórios e usados, ta instaladinho, ñ é assim leeeendo, mais para oq queremos tá ótimo, só falta instalar o fogão de mesa e comprar um butijão de gás rsrs estou bem feliz finalmente cozinhar na minha casa e lavar a louça na minha pia...

Hj a noite vamos entregar uns convites, e domingo mais muitos. Quero fazer um post mostrando os convites mais to sem máquina, porém tenho essas imagens, na verdade quem fez os convites tem, vai me mandar e eu mato a curiosidade de vcs...


Adoro Raul Seixas, cresci cantando ouvindo dançando Raul, adorei a música inédita (GÓSPEL) q passou no fantástico domingo.(vcs viram e ouviram?)
Tem uma música q nossa é a minha infância :"ohoo hoo se moço do disco voar me leve com vc pra onde vc for..." eu me lembro de visitar meus avós paternos e no caminho eu e meu pai com o "Rerby vermelho" alterando essa música com maria chiquinha de sany e jr kkk Sim sou top fãn de sandy e jr. (No casamento uma música deles pelo menos terá haha)

Há acordei nova hj, passar o dia com o meu pai, foi p renovar mesmo, e ele me disse o mesmo, q tava precisando se desligar do trabalho, e q qd foi embora aqui de casa teve vontade chorar... eu tbm tive, era um misto de felicidade por ter um pai tão demais e tristeza por ñ conviver td dia com ele.
Enfim nos fez bem, amo ele pra caramba

Meninas o post ta uma salada hj, gosto de separar os posts por assunto, p ñ ficar mt longo, p td mundo pode comentar sobre cada coisa, mais hj to fazendo salada desculpem

Já comentei que meus pais são separados, e meu pai e minha ex madrasta tbm são separados, e hj meu pai constroi uma nova família com a minha atual madrasta.

Tentando resumir ao máximo, qd eles se sepraram (meu pai e minha mãe, separação 1° da minha vida) eu tinha só 4 anos, minha mãe arrumou as coisas dela e foi p casa da mãe dela em itapeva interior de SP, sem avisar p meu pai.

Ou seja eles iam se separar amigavelemnte, derrepente não tão derrepente a mulher "some" com a filha, meu pai sofreu mt, e eu? nem sabia oq tava acontencendo p mim era só uma visita na casa da vovó.
Ele ia me visitar com mt frequencia por ser tão mega top longe era mt frequencia sim, mts pais q moram na mesma cidade ñ veem seus filhos como meu pai me via, com distancia de mais de 500km.

Ganhava ótimos presentes, ele pagava pensão, porém minha mãe me dizia que ñ dava pra comprar nenhuma bala ( pq as mulheres são assim no assunto pensão, nem tds eu sei, mais ñ vou entrar nesse assunto)
Meu pai abria mão de mts coisas dele por mim, sofria, chorava de saudades, meus avós ficaram doentes, afinal eu era a única neta deles.
Meu pai passou mt frio em rodoviária, pegou mt chuva no lombo no meio da estrada qd o carro quebrava, olha penou, tirando qd a minha avó materna ñ permitia q ele me visse e ele tinha q pegar uma autorização judicial fazer BO na deliegacia, ai gurias o fim!

Meu pai já passou algumas por mim, ou melhor... por amor!

No meio de mt briga judicial, por mais pensão enfim... meu pai conseguiu a minha guarda por 1 anos, depois disso ñ voltei a morar com a minha mãe.

Eu ñ quero entrar no assunto como era minha vida com a minh mãe em itapeva, quero contar o qt uma criança feliz, bem tratada, e bem cuidada fui depois disso.
Meu pai e meus avós me deram td carinho, amor e deucação que uma criança precisa.
Sempre fui a Nitinha, cheia de mimos e carinho.
Com isso veio a minha ex madrasta, com minha irmã de coração a Rafa, e o melhor presente de Deus nesse mundo td meu irmão o Icaro.
O Icaro me tornou a pessoa mais feliz do mundo a melhor noticia q recebi em td minha vida foi qd soube q teria um irmãzinho...
(nessa parte sempre meus olhos enchem de lágrias, seja falando, escrevendo ou lendo)
Depois de 8 anos a separação do meu pai com minha ex madrasta, a qual foi e é uma mãe tanto q a chamo de mãe até hj.
Já tava grandinha e sabendo bem oq tava acontecendo, sofre demais, acho q só ñ fiz besteira pq eu tinha o Jaison e ele foi fundamental na minha vida, mais fiquei mt deprimida, ñ mais pelo Jaison.

O seguinte a minha mãe veio me buscar p passar as férias uma única vez, e veio me ver mais uma única vez, a ultima vez q nos vimos foi essa vez q passei as férias com ela eu tinha 11 anos, depois disso, se passarm td esses anos, sem um telefonema, sem um cartão uma carta.

Eu fui atráz dela e depois de 11 anos nos reencontramos, a principio tinha mt coisa p falar p ela, mais depois eu pensei se eu estivesse no lugar dela? oq adiantaria ouvir td oq eu tinha p dizer, ia mudar alguma coisa na vida da Anita? Não! Apenas ia magoar ela, e ñ mudaria nada na minha vida, talvez na dela... mais na minha Não!

Qd a vi a primeira coisa q disse era que ñ queria conversar sobre oq fez ela ñ me procurar tds esses anos.
E ela disse q me amava mt q sofreu mt, mais ñ entramos mt no assunto: "porque"

Foi estranho afinal aquela pessoa é uma estranha p mim, é triste mais é verdade.
Rezei mt e as semanas e meses seguintes foram mt dificeis, conversar com uma pessoa por fone q vc ñ conhece, q em alguns momentos te cobrava coisas que sei lá se tinha o direito tipo " pq vc ñ me ligou semana passada?"
em nenhum momento fui grossa, só ñ consegui fingir q td tava bem...

Eu rezei e pedi a deus p ñ ter aquele sentimento de pé atraz com ela, mais infelizmente nada mudou.
Hj já faz uns 2 meses q a gente ñ se fala a ultima vez quem ligou fui eu, porém antes disso liguei 2 vezes e ela ñ tava em casa, depois dessa ligação ela me ligou eu quem ñ tava em casa e ñ retornei. Ela tbm ñ ligou...
ñ faz falta, só penso, ñ bastou eu ir atraz, ela é assim e acho que mais mts anos vão nos separar.
Não tenho raiva, nem fico triste, nem tenho dó, eu ñ tenho nada. E qd a gente ñ sente nada é pior q sentir raiva ódio ou qualquer outra coisa. Só ñ me faz falta.


O ponto alto é... ñ quero cnvida-la p casamento, me virei uma infancia e uma adolescencia td sem ela, fui criada e educada por pessoas maravilhosas, q puderam preencher qualquer vazio q poderia existir eu meu coração (q sinceramente nunca existiu pq eles ñ deixaram existir).

Minha ex madrasta e td a familia dela estarão no casamento com mt carinho pois tds me acolheram como prima sobrinha neta.


Meu pai vai estar, ñ quero q ele se sinta mal com a presença da minha mãe biológica.
Sabe oq eu sentiria do lugar dele: aff nunca fez nada nunca teve presente e agora posa de mãe!
Há me desculpe mais ñ consigo!

ñ to dando troco nem sendo ruim é o meu coração vcs me intendem?
Eu ñ consigo criar um laço afetivo com ela, e o de sangue não é o bastante p me sentir confortável em convida-lá.
Ela sabe do casamento e fala como se fosse convidada (falava)

Seria bom p alguma coisa minha mãe estar lá, pra mostrar hooo ta aqui a minha mãe.
Mais pra que eu vou querer fazer isso? pra quem? eu nunca precisei disso, se alguém se sente confortável em falar alguma coisa dessa história, ótimo, eu me sinto mt feliz feliz e confortável por ter sido criada pelo meu pai e pelos meus avós.

Mais em contra partida posso estar magoando meu pai, que sofreu mt pra conseguir ficar comigo, e ainda pior no meu dia eu ñ estarei confortável, e sinceramente acho q nem ela, pois ela ñ irá conhecer ninguém, e eu ñ posso ficar sentadinha do lado dela a festa td certo?

Desculpem me desabafar, adora fazer vcs rirem nesse blog, contar novidades, besteiras, mais hj quis dividir algo tão intimo com vcs.

Meu pai é um guerreiro, foi sim meu pai e minha mãe, minha ex madrasta tbm sempre me chamou de filha e cuidou educou, cuidou qd tava doente. Minha avó foi mais que avó, mais que mãe ela dava o mundo p mim e por mim.Minha atual madrasta tbm posso dizer q é um pouco mãezinha, eu me dou mt bem com ela e a ama mt.


Fui sim criada sem mãe, sem mãe biológica, há quem diga q ela ñ me quis... será? ñ importa mesmo, me importa quem me quis, quem me acolheu, quem me deu educação, e pela pessoa q eu sou.

Claro felizes dos que podem crescer ao lado dos seus pais, ou mesmo dos separados pode ter contato e o carinho dos dois.
Eu não pude, tbm ñ sou uma vítima do mundo, longe parecer isso no meu desabafo
Felizes os que nunca precisaram fazer uma apresentação do dia das mãe para um avó, pq sim minha avó tbm me cuidou e me deu educação e foi mais q uma mãe, mais é triste uma criança ñ ter a mãe no dia das mãe.
Eu to cansada de ler, de ver na TV crianças q são criadas com pai e mãe dentro de casa e quem ñ tem um pingo de amor, carinho e educação. Eu pelo menos fui mt bem criad pleo meu pai!

Infelizmente só sabe oq é isso quem já passou, parabens p quem nunca passou.

Ta ai o motivo q eu amo tanto o meu pai, ele batalhou o conseguiu a guarda da filha dele, num país q se diz q os filhos de pais separados só ficam com as mães...

Hj eu ñ sofro mais, agardeço por td q passei, pq só passando, sofrendo, a gente aprende, aprende a CRESCER, aprende a dar valor pelo oq a gente tem, e aprende que com pai ou mãe sem um ou sem os dois, tem q ser gente, tem q ter educação.
E principalmente aprender a ser mãe! Já disse q esse é meu sonho, mais ísso é dar p meu filho um dia td q eu ñ tive.


Aff falei demais da conta sô.

Meninas ñ quero ninguém com dó de mim hein... quem tem pena é galinha...hahaha
eu sou mt feliz, mt mesmo e se hj pudesse voltar a fita e Deus me perguntasse oq eu queria q ele mudasse nessa hisória sabe oq eu diria?
Nada, pq só por passar pelo que passei, ñ sou bobinha, sou forte, mt forte e sei como sobreviver no mundo real.
E mesmo assim eu venci e luto tds os dias para vencer e ser sempre feliz, porém valorizando quem sempre esteve nessa luta comigo, e isso ta errado?


Mil beijos e obrigada por "ouvirem" essa amiga que promete um post beeeem mais feliz, mais mesmo esse não sendo tão divertido e feliz, o final é feliz...


Anita Campos

7 comentários:

Aloma disse...

Fiquei emocionada!!!!!!!!!!!! Vê-se que vc é muito forte viu menina!! Parabéns por isso! Siga sempre o seu coração!

Beijinhos floridos!

Dona Amanda disse...

Oi, Anita!!!! Que história!!! Que fofo, o seu pai!!!

Eu acho que se vc n quer convidar sua mãe biológica, n tem q convidar mesmo. Aliás, se ela nem tem contato com vc, acho que não ficará mto magoada... Seja feliz da sua maneira!!! O casamento é seu e td tem q sair perfeito pra vc!!! Não liga pros outros, não.

Bjs!

C@rol Sen@ disse...

estou sem palavras... eu sempre digo: siga seu coração!
não faça nada contrariada e sim o que deseja!!!

bjusssssssssssssss

Noivinha Gabi disse...

Você é uma pessoa super especial... poucas pessoas passariam pelo o que vc passou sem se revoltar com o "mundo"... e vc soube tirar de tudo isso uma lição de vida e se tornou uma pessoa encantadora.

Depois desse post de hoje, eu que já te achava uma noivinha especial, tiro o chapéu para você!!!


Bjos e um otimo fim de semana!!!

Vamos nos casar!!! disse...

Sinto que você é uma guerreira. Difícil situação a sua. Só quem passa pela situação para saber o que é melhor fazer. Fazer como vc faz, pedir ajuda a Deus para tomar uma decisão, é sempre o melhor caminho. Ah! Enrgia agora para entregar os convites, pois não é tarefa simples! Super abraço.

Noivinha Lú disse...

Anita, fiquei muito impressionada com a tua história! Pela forma que vc encarou tudo e pelo valor que dá às pessoas que estiveram realmente do seu lado!
Pessoas de fibra como vc vão longe!
Admiro muito vc pela força, coragem e alegria de viver! parabéns!
Bjão e ótima semana pra vc!

Rô. disse...

Oi Nita, tava conhecendo um pouco mais seu blog e li sua história... me emocionei muito... mas o que é mais importantee que é muiti nítido, este amor forte e lindo pelo seu pai, que é sim um merecedor de tudo isto que vc sente...
Vc teve pessoas maravilhosas ao seu lado, que supriram qualquer carencia e necessidade, e isto que importa... e com certeza vc será uma ótima mãe...
Bjão flor...